Nos territórios do corpo: práticas e deslocamentos audiovisuais

Monica Toledo Silva

Resumen


O artigo aborda a transitoriedade de conceitos científicos e propõe outros entendimentos para práticas do corpo nos contextos do nomadismo de linguagens estéticas, aderentes ao trânsito de indivíduos migrantes, em estados que são atualizados a cada tempo e lugar em vivências nas quais convergem futuros e passados. Estas vivências ganham sonoridades e visibilidades singulares coerentes com suas realidades sobrepostas, e viabilizam uma prática audiovisual de forma e sentido também fluidos para os deslocamentos contemporâneos. O texto busca formas para conteúdos do corpo, estéticas para discursos possíveis, mapeamentos provisórios de deslocamentos individuais em territórios configurados dinamicamente por estados de presença.


Palabras clave


Deslocamento; audiovisual; corpo; refúgio; narrativa.

Texto completo:

PDF

Referencias


Agamben, G. (2012). Ideia de prosa. São Paulo: Editora 34.

Agamben, G. (2007). Lo abierto. Buenos Aires: Adriana Hidalgo.

Cesar, M. F. (2014). Nós, o outro, o distante na arte contemporânea brasileira. Rio de Janeiro: Circuito.

Didi-Huberman, G. (2011). Sobrevivência dos vagalumes. Belo Horizonte: UFMG.

Greiner, C. (2015). Leituras do corpo no Japão e suas diásporas cognitivas. São Paulo: n-1 edições.

Gumbrecht, H. U. (2010). Produção de presença. O que o sentido não consegue transmi-tir. Rio de Janeiro: Contraponto / PUC Rio.

Maldonato, M. (2014). A subversão do ser. Identidade, mundo, tempo, espaço: fenomenologia de uma mutação. São Paulo: SESC.

Silva, F. L. (2012). O outro (2012). São Paulo: Martins Fontes.

Silva, M. T. (2011). Imagem e ação: para um cinema do corpo. Tese de Doutorado defen-dida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica, PUC-SP.

Silva, M. T. (2016). Mulheres continentais: performance de imagens na invenção de si. In: Menotti, G; Bastos, M.; Moran, P. (orgs.) (2016). Cinema apesar da imagem. São Paulo: Intermeios.

Sobreira, J. (2008). O fazer-dizer do corpo: dança e performatividade. Salvador: EDUFBA.

Uno, K. (2012). A gênese do corpo desconhecido. São Paulo: n-1 edições.




DOI: https://doi.org/10.22370/panambi.2017.5.1039

Copyright (c) 2017 Panambí. Revista de Investigaciones Artísticas

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.